9 de jun de 2017

O diabo veste pele de cordeiro

Não é hoje que muitos ''homens da fé'' fazem uso do altar para proferir mensagens de ódio, genocídio, homofóbico etc., sempre com o intuito de atacar algo ou alguém. 

Não é de hoje que pessoas, que procuram um templo religioso em um momento frágil na vida, sofrem lavagem cerebral para entregar o pouco que lhe restam como forma de pagamento para alcançar prosperidade financeira e a felicidade.

(Imagem: BlastingNews)

Não é de hoje que o bispo da Igreja Mundial do Poder de Deus, Valdomiro Santiago, usa o seu horário na tevê para atacar quem quer que seja. O bispo que enxuga suor em um lenço, que cura qualquer doença, que traz prosperidade, que salva casamentos, que traz felicidade, amor, é um diabo que veste pele de cordeiro.

Em um de seus cultos, o pai da fé disse que o jornalista Marcelo Rezende estaria sofrendo o peso da mão de Deus, se referindo ao câncer no fígado e pâncreas do apresentador do Cidade Alerta.

Para quem diz aos fiéis que Deus pregou o amor, é meio controverso proferir discursos de ódio e aplaudir o momento delicado da vida de alguém que apenas denunciou as fazendas que foram compradas com o dinheiro lavado da igreja.